Dure o que durar...


As palavras encantam-me a alma.
As palavras têm o poder de fazer renascer uma esperança, da mesma forma que conseguem deitar por terra qualquer ilusão.
Hoje, sinto-me cansada. Esgotei as palavras, enquanto me desgastei nas esperas, mas inevitavelmente teria de ser assim.
Aquelas horas em que olhamos para um caminho percorrido e sentimos que todas as esperas foram vãs? Todos os dias em que pensamos que talvez fosse hoje, e nunca foi? Que a cada telefonema, a cada mensagem, acreditamos, e tudo continuou suspenso? Não sei se sabem do que falo...
Sabem aquelas horas em que sentem uma vontade a nascer-vos por dentro de desistir? Sinto-me assim…
Muitas vezes a ausência das palavras faz com que tudo fique vazio, sem sentido…
Hoje apetecia-me dizer-te tantas coisas… tal e qual como ontem, e amanhã ...

1 comentário:

Bombomlinfo disse...

As palavras são uma das maiores companhias que podemos ter. Sem elas tudo desaperece, e nada acontece. Sem as palavras, não somos nada, apenas qual quer coisa a caminhar pela estrada fora, sem razão para caminhar. Sei que tudo que dizemos ou pensamos tem ser expressado pela alma. Sim, porque a alma tem palavras para tudo, e todos querem ouvi-las. Não existem palavras más, só menos boas, e são essas que nos magoam, sem saberem...

beijos: Bombom